MG fixa preços para substituição tributária de cimento

Portaria 984 SUTRI - DO-MG - 25/09/2020
MG fixa preços para substituição tributária de cimento

Foi publicada no DO-MG de 25-9-2020, a Portaria 984 SUTRI, de 24-9-2020, que estabelece os preços médios ponderados a consumidor final (PMPF) a serem utilizados como base de cálculo do ICMS de substituição tributária devido nas operações com cimento,  efeitos a partir de 1-10-2020. Fica revogada a Portaria 825 SUTRI/2019.

PORTARIA 984 SUTRI, DE 24-9-2020
(DO-MG DE 25-9-2020)

O SUPERINTENDENTE DE TRIBUTAÇÃO, no uso de suas atribuições, tendo em vista o disposto no art. 19, I, “b”, 1, da Parte 1 do Anexo XV do Regulamento do ICMS (RICMS), aprovado pelo Decreto n° 43.080, de 13 de dezembro de 2002,

RESOLVE:

Art. 1° Para o cálculo do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) devido por substituição tributária nas operações com cimento o sujeito passivo deverá observar os preços médios ponderados a consumidor final (PMPF), expressos em reais por unidade, constantes do Anexo Único.

Parágrafo único. Na hipótese de a mercadoria ser comercializada em unidade distinta da indicada do Anexo Único, o valor da base de cálculo da substituição tributária será obtido de forma proporcional multiplicando-se o peso líquido da mercadoria pelo valor do preço médio ponderado a consumidor final (PMPF), por quilograma, constante do Anexo Único.

Art. 2° Nas hipóteses a seguir indicadas, não se aplica o disposto no artigo 1° e o imposto devido a título de substituição tributária será calculado utilizando-se da base de cálculo estabelecida no art. 19, I, “b”, 3, da Parte 1 do Anexo XV do Regulamento do ICMS (RICMS), aprovado pelo Decreto n° 43.080, de 13 de dezembro de 2002:

I - tratando-se de operações internas com mercadorias relacionadas no Anexo Único, quando o valor da operação própria do substituto for igual ou superior a 83,34 % (oitenta e três inteiros e trinta e quatro centésimos por cento do respectivo PMPF;

II - tratando-se de operações interestaduais envolvendo:

a) mercadorias relacionadas no Anexo Único, importadas ou com conteúdo de importação superior a 40% (quarenta por cento), quando o valor da operação própria do remetente localizado em outra unidade da Federação for igual ou superior a 71,18% (setenta e um inteiros e dezoito centésimos por cento) do PMPF;

b) mercadorias relacionadas no Anexo Único, nacionais ou com conteúdo de importação9 igual ou inferior a 40% (quarenta por cento), quando o valor da operação própria do remetente localizado em outra unidade da Federaçao for igual ou superior a 77.65% (sessenta e cinco centésimos por cento) do PMPF.

Art. 3° Fica revogada a Portaria SUTRI n° 825, de 29 de março de 2019.

 

Art. 4° Esta Portaria entra em vigor em 1° de outubro de 2020.

 

MARCELO HIPÓLITO RODRIGUES

Superintendente de Tributação

ANEXO ÚNICO

(a que se refere o art. 1° da Portaria SUTRI

N° 984, de 24 de setembro de 2020)